Encontro Anual de Líderes 2017

Para transformar o Brasil é necessário que as lideranças tenham foco no que funciona. Três pilares guiaram o encontro deste ano: otimismo, integridade e a importância do diálogo democrático.


Foi com o propósito de incentivar conversas importantes para o avanço do Brasil que reunimos mais de 200 profissionais, com trajetórias de vida e atuações diferentes, no maior  Encontro Anual de Líderes já realizado pela Fundação Lemann. Lemann Fellows, Talentos da Educação e Talentos da Saúde participaram durante 4 dias de uma imersão que impulsionou a conexão de ideias transformadoras, acelerou projetos, debateu temas como a Reforma Política com a presença de convidados com ideologias divergentes, viabilizou a criação de uma rede de cooperação entre as mulheres das três redes para fortalecer o protagonismo feminino dentro dos cargos de liderança e promoveu um bate-papo com Jorge Paulo Lemann sobre otimismo e integridade.

  • “Eu acho que o Brasil é fácil de consertar. Mais gente pensando junto e sonhando grande pode dar um novo rumo pro país.” - Jorge Paulo Lemann, Presidente do Conselho da Fundação Lemann

Bate-papo sobre Integridade e Otimismo com o Jorge Paulo Lemann

JPL

Durante o bate-papo, Jorge Paulo Lemann, que sempre se reconheceu como alguém otimista por natureza, destacou a importância de enxergar além do problema.

Para ele, apesar das dificuldades do nosso país, a capacidade das pessoas de criar soluções é fantástica e certamente existem mais pessoas interessadas em construir um outro Brasil. "Mais gente boa pensando junto e sonhando grande pode dar um novo rumo pro país", disse entre uma pergunta e outra dos Lemann Fellows.

Jorge Paulo também falou sobre persistir, diante de qualquer situação, em fazer o certo: “Se você não é ético, todos que estão ao seu redor acham que podem ganhar mais um pouquinho”.

 

A Escuta Ativa como forma de mudar o mundo

Laura Freebairn-Smith, facilitadora do evento, falou sobre como estar disponível para ouvir o outro pode ser transformador e colaborar para o exercício do otimismo.

Segundo a Professora de Yale e facilitadora pela Organizational Performance Group, nem sempre se nasce otimista, mas é possível aprender a enxergar o lado positivo das situações e assim achar oportunidades de mudança.

Praticar o otimismo é fundamental, mas Laura destaca que ter atenção às palavras e praticar a escuta ativa do outro colabora para a transformação das relações e consequentemente movimenta o mundo para uma relação mais saudável e cooperativa.

A escuta ativa torna os diálogos mais flexíveis, quando o outro se sente ouvido ele tende a se sentir valorizado. Isso possibilita soluções mais abertas e menos autoritárias.

EA - LAURA

 

Conversa sobre Reforma Política

Os Lemann Fellows e Talentos da Educação e da Saúde puderam colocar em prática o que aprenderam sobre escuta ativa, numa discussão sobre a Reforma Política.

O tema é um processo importante para a transformação do Brasil, mas ainda gera dúvidas e debates polarizados. Por isso, é fundamental criar ambientes onde é possível ter conversas relevantes mas nem sempre fáceis, que possibilitam ouvir perspectivas divergentes e discutir o tema de forma aberta, de maneira que estimule uma agenda propositiva e democrática para o país.

Foi com esse objetivo que convidamos Alessandro Molon, deputado federal atualmente filiado ao partido REDE Sustentabilidade, e Rodrigo Maia, atualmente presidente da Câmara dos Deputados e filiado ao DEM, para uma conversa mediada por Ana Carolina Evangelista, assessora técnica da Assembleia Legislativa de São Paulo. A conversa esclareceu o processo de tramitação, as várias propostas em jogo, possibilitou o diálogo entre políticos diretamente envolvidos no processo e com opiniões diferentes sobre o tema.

REFORMA POLITICA

A questão ética no Brasil

O Professor Janine Ribeiro, ex-ministro da educação em 2015, facilitou as reflexões sobre Integridade na Gestão Pública.

Para ele a  questão ética no Brasil está ligada à desigualdade de oportunidades e isso prejudica, entre outros aspectos, o desenvolvimento do país.

Segundo Janine, supridas as necessidades básicas, a educação é o que vem em seguida para superação da desigualdade no país que é uma questão histórica.

Professor Janine Ribeiro

 

Principais Aprendizados

O Encontro Anual 2017 pelo olhar dos participantes:  

Lemann Fellows

Os Lemann Fellows  são alunos das melhores universidades do mundo indicados para Fundação Lemann onde recebem aperfeiçoamento profissional e apoio para desenvolver ações de impacto social. Durante a imersão os Fellows puderam discutir sobre temas como perspectivas para uma nova democracia, o protagonismo feminino em cargos de lideranças e o impulsionamento de iniciativas voltadas para o impacto social.

“ A roda que eu participei sobre otimismo na política foi incrível. Eu conheci vários movimentos e tive a certeza de que a gente não pode desistir do Brasil de forma alguma.” - Fernando Moura, Lemann Fellow - (SP)

Talentos da Educação

Os Talentos da Educação formam uma rede de profissionais diferenciados por transformar significativamente a educação no Brasil. Seja como professor, gestor público ou empreendedor. No Encontro eles aproveitaram para discutir a Base Nacional Comum Curricular, tecnologias educacionais e a formação dos professores.

“Essa questão de escutar e entender bem o que escutou para depois fazer as intervenções e buscar soluções é um grande desafio. Eu me senti muito provocado nessa parte.” - Francisco Jucelio, Talento da Educação - (CE)

Talentos da Saúde

A rede dos Talentos da Saúde, foi criada em 2017, e busca apoiar a formação de lideranças em saúde para resolver problemas sociais do Brasil.

A imersão possibilitou discussões sobre a contribuição social da ciência, a integração da tecnologia com a medicina para novas soluções na área de saúde, além de um bate-papo com Claudia Suemoto sobre demência e doenças cardiovasculares.

“Foi uma oportunidade sentir o quão potente é a conexão entre pessoas talentosas e apaixonadas” - Simone Solidade, Talento da Saúde - (SP)